pt
pt

Do ROI ao ROE: novas métricas para marcas com propósito

O mercado de comunicação e marketing vive uma mudança constante e substancial desde a ascensão de novas tecnologias e a expansão do escopo e área de influência das marcas junto às redes sociais. São aplicativos, plataformas online, novas funcionalidades para dispositivos mobile e afins que geram uma mudança quando o assunto é a ainda dominante métrica do ROI (return of investiment). Uma nova cultura profissional vem se consolidando  garantindo espaço para o ROE (return of engagement).

A proposta do ROE é a possibilidade de consolidar dados que vão além do retorno em valores e conseguem mensurar o real envolvimento e participação de pessoas e consumidores em uma atividade ou campanha. Mais do que uma simples tendência o engajamento parece ser a força propulsora na  evolução do marketing.

Na busca por propósito, conectar emoções, esforços e conhecimentos gerados através da interação com os públicos-alvo pode lançar uma nova luz sobre as relações entre valores investidos e resultados alcançados.

Mas, como é possível medir essa percepção de marca?

É inquestionável a importância estratégica de campanhas que envolvam algo além do retorno em vendas, como o incentivo, motivação e relacionamento na condução comercial e de marketing de empresas de todos os portes e segmentos. Realizar essas ações está ligado diretamente à avaliação de resultados efetivamente mensuráveis durante o processo. Porque não basta atingir as metas comerciais. A proposta do ROE é ir além dos números das planilhas de vendas.

Acreditamos que é preciso ir além dos números de tracking e contadores em social media, é preciso investir em monitoramento de resposta cruzando postagens, participações em enquetes promoções, postagem de fotos e depoimentos, e-mails marketing; SMS e porcentagem de sucesso por canal. É preciso construir um fluxo e dinâmica próprios de análise comportamental e operacional dos pontos de acesso com o público.

Engajamento é atitude, é o comprometimento emocional e intelectual que gera mudança de comportamento, é o real envolvimento e alinhamento de todos os públicos através de objetivos não só comerciais, mas também qualitativos. É o foco em construir e sustentar um forte desempenho de negócios que resulte no cumprimento dos resultados propostos para uma empresa e no relacionamento cada vez mais estabelecido com seu consumidor.